Borboleta 88

9.1.08

Há vinte anos utilizaram a borboleta 88 como símbolo de esperança para o ano que entrava. Lembro-me de que foi utilizado o seu desenho em sacolas plásticas, se não me engano, de alguma loja. Havia uma propaganda na televisão de um mímico com o rosto pintado com a borboletinha na mão. Eu era criança e ficava pensando, como encontraram essa borboleta justamente naquele ano? E achava que só existia uma. Depois fiquei sabendo sobre a espécie e que ela não era a única.

Eu tinha um certo medo daquilo tudo. A borboleta parecia transmitir o fim do mundo, porque afinal de contas, no decorrer de 1988, vi muita coisa ruim acontecer. Em fevereiro houve enchente no Rio, recordo-me da campanha de arrecadação de mantimentos no colégio; tirei três na prova de Matemática; a professora era muito bacana e saiu para entrar uma bruxa no lugar; Morreram Chacrinha, Henfil e Chico Mendes; o Internacional, meu time perdeu o campeonato brasileiro (Copa União) para o Bahia e no último dia do ano, o Bateau Mouche afundou. Percebi que a pobre borboleta não poderia mudar nada daquilo.

Se o inseto não for extinto, poderão utilizá-lo novamente daqui a 80 anos, em 2088. Até lá, as sacolas não existirão mais, mas televisão, creio que sim. Poderão novamente tentar levar esperança com a borboletinha. Eu com certeza já não estarei mais aqui. Vocês também não. Quer dizer, alguns Niemeyers, Dercys Gonçalves, Robertos Marinhos e D. Canôs sim.

11 comentários:

valéria mello disse...

Puxa vida, não me lembro dessa borboleta saudando o ano de 88. Precisamos descobrir a receita de longevidade desses centenários que você citou! Se em 2088 ela for usada de novo, espero poder vê-la, do alto dos meus 112 anos.

Thiago Barbosa disse...

Dessa borboleta 88 eu não me lembro! Tinha 3 aninhos na época! Mas eu me lembro de que tinha certeza absoluta de que o mundo iria acabar em 2000, já estamos em 2008 e nada...

Caio Rudá disse...

Em 88 eu não era nascido, fato que só aconteceu no ano seguinte. E também não sabia dessa história da borboleta. Talvez porque meus pais também tiveram as mesmas conclusões que você.

Hahaha
A Dercy é imortal, minha filha... Acho que meus netos ainda irão vê-la.

Fiquei espantado quando você escreveu que tem 6 graus de miopia. Eu tenho 2.75 em um olho e já me acho cego, de verdade. Lentes já usei, mas preferi ficar com os óculos, pois são mais práticos e menos perigosos. Sei de casos de pessoas que perderam a visão por conta de má utilização das lentes. Melhor não arriscar, ainda mais com todos os benefícios que o óculos pode oferecer :P

Beatriz disse...

Eu me lembro sim! E me lembro nitidamente de estar de mãos dadas passeando por Petrópolis com minha mãe, num jardim perto do Obelisco, bem no centro da cidade, quando vimos uma e ficamos admiradas e admirando! Lembro sim da borboletinha 88.

:^)

Chaiene disse...

eu tive a honra de conhecer ela pessoalmente! estava na beira de um rio.. e ela possou no meu pé! fiquei maravilhada! =]

Jose Carlos disse...

Ví uma dessa borboleta em Piracicaba-SP, procurei mais informações e constatei que elas são encontradas nas regiões da mata atlantica e no cerrado. De fato um capricho da natureza.

Anônimo disse...

é muito estar a pedir para que um animal seja extinto... não meças as tuas palavras, não. és logo posto abaixo pela greenpeace... é um aviso

Luiza Prestes Karam disse...

Obrigada pelo aviso, senhor ou senhora que não tem coragem de dizer quem é, imagino que pela linguagem seja de nosso país colonizador. Leia melhor, jamais pediria para um animal estar extinto, apenas escrevi: "se o inseto não for extinto". Como isso pode ser um desejo de extinção? Estou apenas dizendo que, assim como outros, ele pode ser extinto futuramente. Entende? E da próxima vez, identifique-se. Obrigada.

Rogerio Cardoso disse...

Recebemos a visita de suas borboletas 88 que ficaram por horas passeando dentro de nossa casa!!!muito belas mesmo!!!

waleria disse...

Esta Preciosidade pousou em meu dedo no dia do meu aniversário 30/04/2017 em Foz do Iguaçu!!! Eu desejei de presente de aniversário fazer uma viagem com toda a minha família! E a natureza me presenteou ainda mais com uma obra maravilhosa de sua criação! Eu sou grata!

Luiza Prestes Karam disse...

Que legal, Waleria!!!! Acredita que nunca havia visto uma borboleta 88 até o ano passado? Estava caminhando com meu filho na rua onde moramos e vi duas de uma só vez. Tão pequenas e delicadas, fiquei encantada!