O perigo dos celulares

20.3.09



Celular é um bichinho incômodo. É o tamagochi de adultos, tem de ser sempre alimentado na tomada. Já reparou que a bateria sempre acaba quando você mais precisa dele? Nunca é no domingo quando você está em casa com o carregador a mão. Neste dia, como não tem nada de bom na televisão, você brinca com o celular e escuta todas as suas musiquinhas chatas.

Assim como o celular "morre" em um momento importante, também toca nas horas mais impróprias, em uma reunião, por exemplo. Em plena segunda-feira, querendo impressionar o chefe para limpar a barra porque chegou atrasado todos os dias na semana passada, você faz uma apresentação impecável de seu novo projeto.

Mas, sempre há alguém que se esquece de colocar o celular no silencioso. "Ado, aado, cada um no seu quadrado" começa a tocar. Você, emputecido, pois a música está atrapalhando sua explicação, tenta encontrar com os olhos o imbecil que não desligou o celular. Como em um toque de mágica, sua mente divaga e se lembra do domingo, dia em que a bateria nunca acaba, quando você escutou todos os sons possíveis de seu tamagochi e deixou a música "Dança do quadrado" acidentalmente como toque das ligações recebidas. É nesta hora que você "Dança bonito, dança bonito, dança bonito. Vai! Vai!"

Ou então em uma entrevista de emprego você se prepara todo, roupa impecável, postura ereta e olhe só, o seu quase novo chefe gostou de você. Mas, como seu filho é brincalhão, colocou "A Dança do Créu" em seu celular. O seu já ex-quase chefe fala que em breve entrará em contato. Você espera o celular tocar e a voz do outro lado falar que você foi selecionado para a vaga. Chega a visualizar o aparelho vibrando, quase caindo da mesa e nada! Ele está imóvel, servindo apenas como relógio, rádio, filmadora, câmera fotográfica, calculadora, mas não como telefone. Aí é créu pra você.

Mercedes Maracajá

5 comentários:

Eugenio disse...

O pior de tudo é quando precisa falar com alguém e a pessoa nunca esta com o dito cujo por perto, depois reclama por que não ligou.
Mas...

Eugenio disse...

Esqueci! O desenho do aparelho tá 10!!Vc é uma artista do paint. E o texto também, bem sacada a comparação do celular com o tamagochi, e como nunca tive um tamagochi, eu uso o celular. Ainda estou na dúvida qual será o definitivo. Bj.

Vírgula Antenada disse...

"musiquinhas chatas".

HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAA

Então. O meu anda tocando nas horas impróprias e tô gostando disso... Mas toca Doors quando "ele" me chama,rs.

FALANDO NA CRÔNICA, GOSTEI DE UM TANTO QUE QUERIA POSTA-LA NO MEU BLOG!

Créu!

Miuxapop disse...

Você viu, você viu?

está devidamente linkada no meu blógue!
Com direito a botãozinho :D

february star disse...

garota

tu me mata de rir

depois eu leio todas as que tu escreveu depois dessa, to correndo com a mono aqui...mas tinha que dar uma passada, senão...sei lá...morria.

bjs