Dádiva especial

11.4.08

Quarta-feira, 11 de abril do último ano da década de 1970. Foi o dia em que eu apareci no mundo, mas sem samba e batucada. Sou da década da Vila Sésamo, Abba, TV a cores, Pula Pirata e fim do AI-5. Foi a década em que o Internacional venceu três campeonatos brasileiros. Há exatos 20 anos, no dia em que completei nove anos, beijei o chão ao cair do meu presente, o Pogo Bol. Um pouco de manha, com cara de gato de botas do Shrek, pedi a minha mãe para faltar a aula. Ela sentiu pena e atendeu ao meu pedido. Fui com ela e seus alunos visitar a Biblioteca Pública.

Inesquecível, além de conhecer as seções da Biblioteca, encantei-me com um espaço onde os livros, de tão velhos, não podem ser tocados para não se esfacelarem. Certamente naquele 11 de abril, aprendi muito mais do que as tensas aulas da professora Alisson na 3ª série D. Foi um presentão e tudo isso por causa do meu brinquedo amarelo e laranja.

Há males que vem para bem. Cair de boca pode trazer benefícios. Desde então, costumo fazer empréstimos de livros, inclusive infantis para eu mesma ler. Às vezes, entro lá só para passear, ver exposição de fotos, pegar o jornal Rascunho, dar uma olhada na programação cultural da Biblioteca ou somente observar os leitores. Deixar de ir à aula naquele dia foi um dos melhores presentes que ganhei.

6 comentários:

Messias disse...

pelo que li (por cima), vi q teu blog eh bem o tipo q eu curto ler.
mas agora tah d noit! soh li o 1o e adorei °/

Alexander Bastos disse...

acho que mihha mãe teve um pogobol!


Alexander Naokazu Bastos
www.blogdospiratas.org

José Vitor Rack disse...

eu tive Pogobol e Pula Pirata. e também sou rato de biblioteca, no momento lendo Fernanda Young e Santiago Nazarian.

SINOPSE INACABADA

IDÉIA NOVA

Daniel Augusto disse...

nossa...que legal...^^"


achei que essa historia mostra as coisas simplies q fazem diferença...

^^'

bye

valéria mello disse...

Bibliotecas pra mim são lugares sagrados, não consigo entrar numa sem ficar pelo menos meia hora perambulando entre os livros e descobrindo novos mundos.

Aline Greise disse...

Nuss como esse pogobol me traz boas lenbranças.... Ohoooo tempo bom ...Nosso tempo de criança...