Imprensa X Requião 2

2.11.06
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná repudiou a atitude que o governador reeleito Roberto Requião tomou em sua primeira entrevista coletiva após a eleição.

Segundo o Sindicato, o governador desrespeitou os profissionais de Comunicação. Porém, não se manifestou a respeito da campanha de boca de urna realizada por alguns veículos.

A CBN, por exemplo, claramente optou por tomar partido de Osmar Dias (PDT). Entrevistou o prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), que apoiava o candidato do PDT e ele desandou a falar dos benefícios que o Paraná teria se seu candidato fosse eleito. Já a candidata derrotada ao Senado, Gleisi Hoffmann (PT), que declarou apoio a Requião, foi questionada em vários pontos, o que não ocorreu com o prefeito. Foram cobradas explicações pelo fato do PT ter entrado na campanha de Requião somente no segundo turno e perguntaram por que havia alguns santinhos instruindo que se votasse em Requião e em Alckmin e não em Lula. Beto Richa também entrou na campanha de Osmar Dias somente no segundo turno e havia santinhos com Osmar Dias juntamente com Lula, mas tais perguntas não foram dirigidas a Richa.

Além disso, foram utilizados adjetivos para condenar a postura de Requião, chamando-o de estúpido, arrogante e impaciente, algo rechaçado pelo jornalismo de qualidade. Isso tudo a partir das oito horas da manhã, no dia da eleição.

Durante a entrevista coletiva, no dia 30 de outubro, o jornalista Fernando Tupan, do Jornal do Estado, ao invés de dirigir uma pergunta ao governador, desrespeitou-o fazendo críticas e usando o pronome “você” ao invés de “senhor”. Tupan também faltou com respeito ao defender o diretor da Gazeta do Povo, Francisco Cunha Pereira, chamando-o de "moribundo". Lembrando que ele estava se manifestando a favor de Cunha Pereira. Imagine se fosse contra...

Postado por Ana Luiza

Um comentário:

Eugenio disse...

Na verdade isso me parece mais uma briga de egos entre jornalistas pra parecerem os fodões. Tipo, "e a minha liberdade de imprensa, tio?"